Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

São Luís: INSS fecha agências por causa da Covid-19

As perícias médicas agendadas nestes dois dias foram remarcadas e a nova dada ainda será comunicada aos assegurados.

Dailma Pinto viajou de Cururupu para São Luís, a fim de resolver questões sobre o auxílio doença (Foto: Gilson Ferreira)

Em São Luís, cerca de três agências do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) teriam registrado casos de funcionários contaminados por Covid-19, e estariam de portas fechadas para sanitização. Uma delas é a agência localizada em frente ao Parque do Bom Menino, no centro de São Luís. Nela, dez servidores teriam sido diagnosticados com o novo coronavírus.

Os testes foram realizados na terça-feira (18), sendo que na quarta-feira (19) a agência abriu apenas para comunicar quem fosse ao local sobre o fechamento temporário. Já ontem (20) e hoje (21), o atendimento está suspenso, sendo que pode voltar na segunda-feira (24).

Conforme foi veiculado na imprensa, com base em informações do INSS, as perícias médicas agendadas nestes dois dias foram reagendadas e a nova dada ainda será comunicada aos assegurados, por meio de ligação telefônica.

Enquanto está fechada, a agência do INSS no Parque do Bom Menino passará por uma sanitização, conforme aviso fixado pelo órgão no portão do empreendimento. A sanitização é a higienização da agência.

A Gerência Executiva do INSS, localizada na Avenida dos Holandeses, onde funciona a parte administrativa do órgão, também teve 14 servidores diagnosticados com Covid-19 e se encontra fechada.

MAIORIA DO INTERIOR

Apesar do aviso ainda na quarta-feira, de que a agência do Parque do Bom Menino não abriria as portas ontem e hoje, várias pessoas procuraram o local na manhã dessa quinta-feira, 20. A maioria delas vinda de cidades do interior do Maranhão, gastando dinheiro com passagens e outras despesas.

“Eu não sabia do fechamento da agência no Parque do Bom Menino, por isso vim hoje (ontem), para trazer a documentação do auxílio doença”, disse Raimundo Pereira Alves, de 57 anos, que mora em Icatu, e está em São Luís.

“Acabei de chegar de ItapecuruMirim, que é onde moro, e já vou retornar”, disse Elza Lopes, de 45 anos, que veio à capital apenas para resolver questões de auxílio doença no INSS.

“Sou de Cururupu. Também vim tratar do auxílio doença. Vou esperar a nova data do reagendamento”, informou Dailma Pinto, 43

Carregando