Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Como fazer citações de maneira adequada e qual o problema em não citar fontes?

É importantíssimo que as regras da ABNT sejam sempre consultadas, a fim de dar os devidos créditos

Recentemente, sobretudo no meio digital, a prática do plágio tem se tornado cada vez mais corriqueira e cada vez mais praticada por diversos influenciadores digitais, blogueiros e até pesquisadores mais sérios.

Por exemplo, na última semana tivemos o caso do influenciador digital João Marques, que possui uma conta no Instagram destinada ao compartilhamento de informações sobre a psicologia masculina, em questões como comportamento e várias outras, veio à tona.

Acontece que o psicólogo foi desmascarado por uma colega de profissão, mais especificamente uma professora de psicologia que acusou João de plágio e de se apossar de dados presentes em seus trabalhos, projetos e pesquisas de anos.

No entanto, alguns julgam isso como mau-caratismo e outros julgam como ignorância acadêmica vinda da parte do psicólogo clínico, defendendo que questões como fazer citação de citação ou referenciar corretamente de maneira técnica não são fáceis.

Portanto, respondendo à nossa pergunta inicial: o problema em não citar fontes de pesquisa é que esta prática configura o crime de plágio e roubo de propriedade intelectual, além de expor diversas dúvidas sobre o praticante do crime.

Afinal, João Marques foi mau caráter por ter se apossado de trabalhos da pesquisadora Valeska Zanello, ou o psicólogo simplesmente desconhece as consequências de sua prática?

Acima do julgamento moral, o objetivo do presente artigo é o de ilustrar quais são as maneiras corretas de se realizar uma citação acadêmica, visando dar os créditos apropriados ao autor e pensando em evitar uma prática criminal.

Ainda, todos sabemos que fazer apud, colocar referências de acordo com as normas da ABNT pode ser uma tarefa complexa.

Ora pois, com este quadro em mente, vamos juntos conferir quais são as regras exatas para questões como o apud nas normas da ABNT 2022 e outros detalhes sobre a publicação e a padronização de textos acadêmicos.

Qual a importância da ABNT como órgão?

A Associação Brasileira de Normas Técnicas é o órgão responsável por padronizar a escrita técnica, científica e acadêmica em todo o Brasil, possibilitando comunicação efetiva entre diferentes laboratórios, unidades de pesquisa, pesquisadores e experimentos.

Então, desde a citação de citação nas normas ABNT o órgão é essencial na elaboração de regras para práticas trabalhistas, utilização de equipamentos de segurança e até a atuação de bombeiros, por exemplo, visando padronizar cada uma destas questões.

Portanto, além de estar presente na vida de escritores, pesquisadores e universitários em detalhes como citar autor que usa outro autor, ou até usar apud para referenciar outros pesquisadores, a ABNT é importante para a sociedade em termos práticos no dia-a-dia.

Contudo, ao invés de compreender detalhes sobre a atuação prática da ABNT, como no caso de recomendações de inclusão para edifícios, hoje iremos direcionar nosso foco para a questão teórica, conferindo quais são as mais atuais regras da ABNT para citação direta.

Quais as diferenças entre citações e referências?

Já que vimos o grande problema que a falta de creditar pesquisadores pode render para alguém, através do caso do psicólogo João Marques, é necessário que nos perguntemos como citar e referenciar de maneira adequada, visando evitar o plágio?

As citações e as referências bibliográficas são dois elementos diferentes de um texto acadêmico e informativo, que possuem, contudo, a mesma função: a de creditar um autor por uma frase, uma afirmação ou uma linha de raciocínio que você pode ter inserido em seu projeto, de maneira direta ou indireta.

A grande diferença entre ambos, no entanto, é a maneira que cada uma é realizada e onde cada um destes elementos está localizado no texto.

Por exemplo, a seção de referências bibliográficas está sempre localizada ao final do artigo, constando todas as obras consultadas para a realização do projeto em questão. Já as citações estão presentes diretamente no texto, logo após uma afirmação.

Quais as regras para cada realizar citações no texto?

Começando pelos elementos presentes no texto, as citações podem ser realizadas ao longo de seu projeto de duas formas distintas:

  • Citação Direta
  • Citação Indireta

Para realizar citações diretas de maneira adequada, sejam elas retiradas de artigos acadêmicos e científicos ou informações de blogs, livros e artigos, há um padrão simples para a citação direta.

A citação direta será aquele fragmento de texto fiel, copiado na íntegra de outra fonte informacional, geralmente acompanhado de aspas e podendo ser feita de algumas maneiras distintas:

A citação direta será aquele fragmento de texto fiel, copiado na íntegra de outra fonte informacional, geralmente acompanhado de aspas e podendo ser feita de algumas maneiras distintas:

 

  • ‘’Deus não joga dados’’ (EINSTEIN, A., 1926)

 

  • Segundo Einstein (1926) ‘’Deus não joga dados’’

Já quando falamos da citação indireta, estamos nos referindo à uma citação mais informal, descrita nas palavras de quem está escrevendo o artigo em questão, ou por alguma questão que leva o autor a escolher outras palavras para expressar a ideia.

 

  • Einstein em 1926 supõe que Deus não joga dados.

 

  • Einstein (1926) discorda de Schröedinger ao afirmar que Deus não costuma jogar dados

Os diferentes padrões nas referências bibliográficas

Diferentemente das citações, as referências bibliográficas possuem inúmeras regras distintas para serem catalogadas no artigo, de acordo com a origem da fonte consultada.

Estes padrões são diferentes para diferentes tipos de veículos informacionais, como por exemplo:

  1. Referência de Livro
  2. Referência de Website
  3. Referência de Jornal
  4. Referência de Periódico
  5. Tese
  6. Artigo de Revista
  7. Legislação

Além disso, a maneira de citar cada uma destas fontes irá mudar conforme o número de autores presentes em determinado projeto, de modo que acima de três autores usa-se a expressão em latim et al logo após o nome do primeiro autor.

Portanto, é importantíssimo que as regras da ABNT sejam sempre consultadas, a fim de dar os devidos créditos e reconhecimento à autores prévios, que realizaram trabalhos que podem ser consultados para você desenvolver o seu!

Carregando