Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Sindicato e funcionários denunciam atraso de salários no Hospital Português

Segundo o Sindsaúde-MA, atrasos se arrastam desde o ano de 2017, e a direção da casa de saúde nega que isso seja verdade.

Segundo o Sindsaúde-MA, Hospital Português mantém salários atrasados desde o ano de 2017 (Foto: Gilson Ferreira)

Em contato com o Jornal Pequeno, o Sindicato dos Auxiliares e Técnicos em Enfermagem e Trabalhadores em Estabelecimentos de Saúde do Maranhão (Sindsaúde-MA) repassou que estão ocorrendo constantes atrasos no pagamento dos salários de funcionários do Hospital Português, casa de saúde localizada na Rua do Passeio – região central de São Luís.

De acordo com a presidente do Sindsaúde, Dulcemary dos Santos Sarmento, os atrasos estariam ocorrendo desde o ano 2017.

“A situação de salários atrasados se arrasta já faz alguns anos. Há, ainda, o caso de que, quando os repasses salariais acontecem, apenas parte dos empregados recebe, a outra fica esperando ‘a boa vontade’ da diretoria do hospital, em efetuar o pagamento”, informou Dulcemary.

Segundo a presidente do Sindsaúde, o salário férias nem sempre é repassado no período determinado por lei; e, ainda, que o hospital estaria realizando os descontos do FGTS, mas os valores não estariam sendo depositados no Fundo de Garantia.

A presidente do sindicato informou que todas as categorias de prestação de serviço estão prejudicadas. “Todos os trabalhadores são afetados. É o pessoal de limpeza, técnicos de enfermagem, maqueiros, porteiros, colaboradores do administrativo e nutricionistas. Além do salário sair com atraso, a direção do hospital ainda prioriza alguns técnicos de enfermagem, algo que é muito constrangedor para os demais trabalhadores”, destacou.

Dulcemary dos Santos disse que, desde 2017, o Hospital Português tem a conduta de atrasar salários. “Há cinco anos que o pagamento de salário é feito quase sempre depois do quinto dia útil do mês. Este sindicato, por diversas vezes, já fez assembleia, convocando a diretoria do hospital para encontrarmos soluções, mas o problema se arrasta”, frisou Dulcemary.

SORTEIO DE SALÁRIO

Conforme alguns funcionários ouvidos pela reportagem, mas que pediram para não serem identificados, os pagamentos seriam realizados por meio de uma espécie de sorteio, para ver quem é que vai receber o salário.

“Há alguns meses os salários estão sendo ‘sorteados’. Tem trabalhador que já está indo para o terceiro mês sem receber, enquanto outros estão com seus pagamentos normais. Na manhã dessa terça-feira (15), foi efetuado o pagamento para algumas pessoas, referente ao mês de janeiro”, relatou um trabalhador, garantindo existirem vários processos judiciais movidos por ex-funcionários, em relação a causas trabalhistas, envolvendo a unidade de saúde.

OUTRO LADO

Procurada pela reportagem do JP, a direção do Hospital Português se limitou a informar que as denúncias citadas nesta matéria não são verdadeiras.

Carregando