Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Aberta a campanha contra a tuberculose em São Luís

Na ocasião, o enfermeiro Roque Costa se apresentou em um monólogo, que contou a trajetória da enfermidade.

No Maranhão, 156 pessoas morreram de tuberculose no ano passado. Em 2020, foram 144 mortes; e em 2019, 171. Os números foram repassados durante o evento de abertura da campanha em alusão ao Dia Mundial da Tuberculose (24 de março), cujo tema é “Manejo do Tratamento da Tuberculose”. O lançamento da campanha ocorreu no Edifício Orienta Consultoria, localizado na Rua das Laranjeiras, no bairro do Renascença, em São Luís. Na ocasião, o enfermeiro Roque Costa se apresentou, caracterizado de tuberculose, e ensaiou um monólogo retrospectivo da doença.

Abertura da campanha em alusão ao Dia Mundial da Tuberculose (Foto: Gilson Ferreira)

“Meu monólogo inclui questões medievais, de quando tudo acontece, desde o século 18. Eu direi o porquê da tuberculose se manter imortalizada, pois ainda hoje o doente é tratado, mas negligenciamos a avaliação médica das pessoas que aparentemente estão saudáveis, porém tiveram contato com a pessoa enferma. Apenas 10% de quem tem contato com a doença fica doente”, frisou  o enfermeiro sanitarista Roque Costa, que também é executor da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar do Hospital de Traumatologia e Ortopedia do Maranhão (HTO).

Evento contou com apresentação do enfermeiro Roque Costa, contando a trajetória da doença (Foto: Gilson Ferreira)

A apresentação teatral do enfermeiro Roque contou com efeito de fumaça e uma roupa que muito se assemelha à fantasia de morte. “A tuberculose era chamada no século 18, por exemplo, de doença dos poetas, dos intelectuais. Naquela época, havia pouco conhecimento sobre a enfermidade. No século 19, já foi chamada de ‘peste branca’ e ‘doença silenciosa. Nem sempre o paciente que adoece é o caso fonte na família, por isso a importância de ser feita uma avaliação médica com todas as pessoas que tiveram contato com a pessoa com tuberculose’”, destacou Roque.

TUBERCULOSE: O QUE É?

A tuberculose é uma doença infecciosa que afeta prioritariamente os pulmões. Ela é altamente contagiosa e é causada pelo bacilo de Koch. A principal forma de transmissão é através da tosse.

O tratamento da tuberculose dura no mínimo seis meses. Por ser longo, muitas vezes as pessoas acabam interrompendo o tratamento, o que não é recomendado. No brasil, ele é oferecido gratuitamente no Sistema Único de Saúde (SUS).

Existe vacina para prevenir a tuberculose: a BCG. Ela deve ser dada ao nascer ou, no máximo, até 4 anos, 11 meses e 29 dias. Outras formas de prevenção: lave sempre as mãos e mantenha os ambientes bem ventilados, arejados e com entrada da luz solar.

PREVENÇÃO

Para prevenir a doença é necessário imunizar as crianças com a vacina BCG, que protege principalmente contra as formas graves da doença. Identificar precocemente pacientes com a doença e iniciar o tratamento. Após 15 dias de uso regular dos medicamentos, a maioria das pessoas não transmite mais a doença.

Evitar aglomerações, especialmente em ambientes fechados, mal ventilados e sem iluminação solar também é uma medida essencial para evitar o contágio. A tuberculose não se transmite por objetos compartilhados.

Carregando