Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Julgamento dos acusados de linchar homem amarrado em um poste tem início

O MPMA concluiu que nove pessoas participaram do linchamento de Cleidenilson e de um adolescente de 17 anos.

Cleidenilson Pereira da Silva foi linchado até a morte em 2015 (Foto: Divulgação)

Teve início nesta terça-feira, 22, o julgamento dos acusados de participação no linchamento que vitimou Cleidenilson Pereira da Silva, ocorrido no dia 6 julho de 2015, no bairro Jardim São Cristóvão, em São Luís. Na ocasião, um adolescente de 17 anos ainda sofreu uma tentativa de homicídio.

O julgamento ocorre no Fórum Desembargador Sarney Costa, em São Luís, em sessão presidida pelo juiz Gilberto de Moura Lima, titular da 2ª Vara do Tribunal do Júri. A acusação é feita pelo promotor de justiça Rodolfo Reis, e na defesa atuam os advogados Ítalo Leite, Luanna Andrade, Paulo Sérgio Ribeiro e Nathan Chaves.

Os réus, levados a júri popular são: Élio Ribeiro Soares, Ismael de Jesus Pereira de Barros, Ivan Santos Figueiredo, Cícero Carneiro de Meireles Filho, Marcos Teixeira Barros e Waldecir Almeida Figueiredo.

O MPMA concluiu que nove pessoas participaram do linchamento de Cleidenilson e de um adolescente de 17 anos que o acompanhava durante a acusação de assalto. Todos respondem em liberdade por tentativa de homicídio (contra o menor) e homicídio duplamente qualificado —por meio cruel e sem chance de defesa, no caso de Cleidenilson.

O CASO

Cledenilson Pereira da Silva, de 29 anos, morreu no dia 6 de julho de 2015, no bairro Jardim São Cristóvão, em São Luís, após ter sido agredido por populares. Ele tentou assaltar um bar na região, na companhia de um adolescente.

Cledenilson estava armado com um revólver, e foi surpreendido por clientes do local, que travaram luta corporal com ele.

Após ter sido dominado, Cledenilson foi amarrado com uma corda em um poste e agredido até a morte.

Carregando