Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

BID Lab e Cubo Itaú lançam 3ª turma do BID ao Cubo, edição Norte e Nordeste

Programa vai selecionar 15 startups para um processo de aceleração que prevê capacitações, matchmakings e conexões.

Estão abertas até 10 de abril as inscrições para o BID ao Cubo Norte e Nordeste, programa desenvolvido pelo Cubo Itaú,  mais relevante hub de fomento ao empreendedorismo tecnológico da América Latina, e o BID Lab, laboratório de inovação do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). O objetivo é facilitar canais de conexão e oportunidades para startups com soluções inovadoras, de uso intensivo de tecnologia, com escalabilidade e impacto social e/ou econômico.

Considerando que a diversidade é pilar central do programa, iniciativas fundadas por mulheres, empreendedores pretos e integrantes da comunidade LGBTQIA+ são fortemente encorajadas a participar.

O BID ao Cubo Norte-Nordeste já fomentou 55 startups desde a sua primeira edição, em 2020, com excelentes resultados.

Renata Zanuto, co-head do Cubo Itaú (Foto: Divulgação)

“Essa é uma iniciativa que consegue potencializar as forças de cada um dos parceiros para a geração de negócios. O resultado são casos de sucesso, como o da Ti.Saúde, que acabou de ser adquirida pelo Grupo DPSP, detentor da Drogaria Pacheco e São Paulo”, explica Renata Zanuto, co-head do Cubo Itaú.

Após as duas primeiras edições, algumas empresas que participaram do BID ao Cubo foram vendidas ou receberam investimentos importantes, como é o caso da baiana Kinvo, participante da primeira edição, vendida por R$ 72 milhões para o BTG Pactual. Ano passado, a pernambucana Akintec passou a receber aportes do NuBank para operar nas periferias e recebeu mais de R$ 100 mil do programa Google for Startups, além do prêmio Female Scale.

Em 2021, startups de impacto social tiveram importantes representantes no BID ao Cubo, como a “Mete a Colher”, dedicada ao combate à violência doméstica, e a Afrosaúde, que conecta médicos negros a pacientes em todo o Brasil.

“Ficamos muito felizes em participar. Foi um baita programa. Os matchmakings foram uma das nossas fases favoritas e ter a oportunidade de contribuir para o fomento da inovação nessas regiões foi empolgante”, conta Arthur Lima, CEO da AfroSaúde.

Morgan Doyle, representante do BID no Brasil, destaca a importância das regiões Norte e Nordeste para o trabalho do Banco e o quesito de diversidade do programa, reforçando que questões de gênero e diversidade estão entre os pilares da Visão 2025 do BID para uma recuperação econômica mais inclusiva e sustentável.

Morgan Doyle, representante do BID no Brasil (Foto: Divulgação)

“Ficamos felizes em ver que na última edição do programa mais de 50% das startups tinham mulheres no quadro de fundadores e observamos também um aumento de quase 20% no número de inscrições de startups com pessoas negras em relação à primeira edição. Esses números traduzem a diversidade dos ecossistemas locais”, explica.

Durante oito semanas, as 15 startups selecionadas terão a oportunidade de se conectar à rede do Cubo e do BID Lab, e a outros ecossistemas relevantes concentrados em São Paulo, como centros de tecnologia, espaços de co-criação, investidores, mentores e outras pontas da cadeia.

Interessados devem fazer a inscrição pelo site: https://bidaocubo.cubo.network/norte-nordeste

Serviço

Inscrições: 14/03 a 10/04

Início do programa: 11/05

Sobre o Cubo Itaú

Inaugurado em setembro de 2015 pelo Itaú Unibanco em parceria com a Redpoint eventures, o Cubo Itaú é o mais relevante hub de fomento ao empreendedorismo tecnológico da América Latina, uma organização sem fins lucrativos que potencializa a conexão e a criação de negócios entre grandes empresas e startups. O Cubo Itaú está sediado na região da Vila Olímpia, em São Paulo, e, por meio de suas plataformas física e digital, contribuiu com o crescimento das mais de 300 startups curadas que fazem parte de seu portfólio e refletem mais de 20 segmentos de mercado, contemplando, assim, empreendedoras e empreendedores de todo o Brasil e de diversas regiões do mundo. O Cubo também apoia as transformações digital e cultural de corporações e tem mantenedores que representam as maiores indústrias da economia, como Itaú Unibanco, Dasa, VLI, Corteva, São Martinho, Itaú BBA, CNH Industrial, ConectCar, iCarros, Bike Itaú, vecItaú, AWS, CI&T, Wilson Sons, Saint-Gobain, TIM, B3, L’Oreal Brasil, Stellantis, Sapore, Vivest, NTT Data Brasil e Wayra Brasil. Além de parceiros estratégicos, como BID Lab, Accenture Digital, Liga Ventures, Anjos do Brasil, Gama Academy, Abstartups, BR Angels, Darwin, Numerik, Forge, The Venture City, Albrecht & Prado Advogados. Mais informações podem ser encontradas em: https://cubo.network/.

Sobre o BID Lab

O BID Lab é o laboratório de inovação do Grupo do Banco Interamericano de Desenvolvimento, a principal fonte de desenvolvimento, financiamento e know-how para melhorar a vida na América Latina e no Caribe. O objetivo do BID Lab é impulsionar a inovação para a inclusão na região, mobilizando financiamento, conhecimento e conexões para co-criar soluções capazes de transformar a vida de populações vulneráveis afetadas por fatores econômicos, sociais ou ambientais. Desde 1993, o Laboratório do BID aprovou mais de US$ 2 bilhões em projetos implantados em 26 países da ALC. www.idblab.or

Sobre o BID

O Banco Interamericano de Desenvolvimento se dedica a melhorar vidas. Estabelecido em 1959, o BID é uma das principais fontes de financiamento de longo prazo para o desenvolvimento econômico, social e institucional na América Latina e no Caribe. O BID também realiza pesquisas de ponta e fornece assessoria política, assistência técnica e treinamento a clientes dos setores público e privado em toda a região.

Carregando