Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Operação da PF investiga fraudes em contas de órgãos municipais no MA e outros 3 estados

Para dissimular a origem ilícita do dinheiro obtido, os investigados abriram várias contas de criptomoedas.

Operação “Compliance” foi deflagrada na manhã desta quinta-feira (Foto: Divulgação)

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta quinta-feira, 31, a operação “Compliance”, com o intuito de combater os crimes de lavagem de dinheiro, associação criminosa e furto qualificado. No Maranhão, foram cumpridos cinco mandados, sendo três na Região Metropolitana de São Luís e dois em Pinheiro.

As investigações tiveram início com base em notícia crime apresentada pela Caixa Econômica Federal, que informava sobre supostas fraudes em 150 contas de órgãos municipais de todo o Brasil.

A PF identificou que, com as fraudes, os criminosos efetuaram diversas transferências bancárias para contas de laranjas, além de realizar pagamentos de boletos com o numerário desviado. Tais transferências tiveram como destino os estados de Goiás, Maranhão, Paraná e para o Distrito Federal. Para dissimular a origem ilícita do dinheiro obtido, os investigados abriram várias contas de criptomoedas.

A PF representou por 17 mandados de busca e apreensão, todos expedidos pela 4ª Vara Federal Criminal da Subseção Judiciária de Minas Gerais e cumpridos nos estados de Goiás, Maranhão, Paraná e no Distrito Federal. Houve 29 indiciamentos e 29 sequestros de bens.

No estado do Maranhão, foram cumpridos mandados em São Luis, Pinheiro e São José do Ribamar.

Carregando