Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Acusado de matar companheira a facadas é condenado a 21 anos de prisão

Crime foi cometido na frente da filha da vítima, na cidade de Trizidela do Vale.

Carlos Germano foi condenado a 21 anos de prisão (Foto: Divulgação)

Acusado de matar a companheira a facadas, na cidade de Pedreiras, Carlos Germano Oliveira de Sousa foi condenado a 21 anos e 10 meses de reclusão, a ser cumprida, inicialmente, em regime fechado.

O crime ocorreu no dia 28 de junho de 2020, no Loteamento Tavinho, em Trizidela do Vale – distante 280 km de São Luís. Conforme a sentença, o denunciado cometeu o crime mediante recurso que impossibilitou a defesa da vítima, em clara situação característica de violência doméstica e familiar.

A vítima, identificada como Elizalva da Conceição Silva, de 40 anos, mantinha um relacionamento amoroso com o acusado há um ano. No dia do xrime, ela saiu com amigas para beber, o que teria deixado o homem insatisfeito.

Quando a vítima chegou em casa, Carlos Germano foi até a cozinha e se armou com uma faca. Ele atingiu a mulher de surpresa, quando ela saía do banheiro, ainda enrolada em uma toalha. O crime foi cometido na frente da filha de Elizalva, que foi atingida com 16 facadas.

O fato foi comunicado à polícia, que localizou o acusado, ainda com a faca usada no assassinato. Em depoimento, o ele disse que matou a vítima porque estava sendo traído, tentando justificar sua atitude.

Carregando