Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Prefeito Luciano Genésio rebate reportagem de O Globo republicada no JP-online

Prefeito alega que a matéria de O Globo é mal intencionada quando supõe o uso de recursos do (FNDE) para fins particulares.

Luciano Genésio, prefeito de Pinheiro (Foto: Arquivo)

O prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio, enviou direito de resposta à redação do Jornal Pequeno, rebatendo a reportagem de O Globo, republicada no site do JP On-line, nessa quinta-feira, 7, sob o seguinte título: “O Globo diz que prefeito está construindo casa com 24 quartos em Pinheiro“.

Em sua defesa, o prefeito alega que a matéria de O Globo é mal intencionada quando supõe o uso de recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) para fins particulares. E ressalta que o terreno é declarado, todo ano, em seu imposto de renda.

Luciano Genésio ainda frisa, em seu Direito de Resposta, ao longo de sua gestão, a Prefeitura de Pinheiro recebeu apenas um recurso do FNDE, no ano passado, para a construção da creche do bairro do Antigo Aeroporto.

Confira abaixo, na íntegra, o Direito de Resposta encaminhado pelo prefeito Luciano Genésio ao JP On-line.

Direito de Resposta

Amparado na Lei nº 13.188, de 11 de novembro de 2015, venho solicitar direito de resposta para a seguinte publicação veiculada neste blog: “O Globo diz que prefeito está construindo casa com 24 quartos em Pinheiro”.

1- A matéria além de inverídica é mal intencionada quando supõe o uso de recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) para fins particulares. O meu imóvel em construção, no povoado Apertado, possui apenas cinco quartos, e a obra teve início há cinco anos, com recursos pessoais, e há quase um ano encontra-se paralisada. O terreno é declarado, todo ano, no meu imposto de renda.

2- Ao longo de toda a minha gestão, a Prefeitura de Pinheiro recebeu apenas um recurso do FNDE, no ano passado, para a construção da creche do bairro do Antigo Aeroporto, que iniciamos a obra neste mês. Quando assumi meu primeiro mandato, em 2017, a Prefeitura de Pinheiro apresentava inúmeras inconsistências junto ao Fundo relativas a obras inacabadas de creches, escolas e ginásios da gestão do ex-prefeito Filuca Mendes (MDB). Recorremos à Justiça e aguardamos o tramite do processo para que o Município pudesse voltar a receber recursos e firmar novos convênios. Somente no último trimestre de 2021 conseguimos sanar
essas inconsistências.

Algumas dessas obras inacabadas que recebemos da gestão anterior foram finalizadas com recursos próprios do município, fruto de planejamento e da prioridade que é dada por nós à educação.

Luciano Genésio
Prefeito de Pinheiro

Carregando