Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Programa que capacita mão de obra para a construção civil forma primeira turma em São Luís

Foram certificados alunos dos cursos de Pedreiro de Revestimento e Pintor de Obras Imobiliárias.

Prefeitura de São Luís realiza formatura da primeira turma do Programa Canteiro Escola (Foto: Divulgação)

SÃO LUÍS – O sonho da profissionalização de 27 pedreiros e pintores ludovicenses se tornou realidade na última quarta-feira (6) com a certificação, pela Prefeitura de São Luís, por meio Fundação Municipal do Patrimônio Histórico (Fumph), dos primeiros alunos do Programa Canteiro Escola em solenidade de formatura no Teatro João do Vale. O programa tem o objetivo de capacitar mão de obra para a construção civil, com foco na conservação de bens culturais protegidos por lei, sendo o primeiro deles o Mercado das Tulhas, no Centro Histórico.

As turmas certificadas nesta primeira edição do Programa Canteiro Escola foram dos cursos de Pedreiro de Revestimento e Pintor de Obras Imobiliárias. Cada um deles teve carga horária de 400h aulas práticas/pedagógicas, e os alunos tiveram direito à bolsa-auxílio no valor de R$ 300,00, alimentação, transporte, fardamento e certificação de qualificação profissional emitida pela Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (FIEMA), por meio do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), parceira da iniciativa, assim como o Sindicato das Indústrias da Construção Civil do Estado do Maranhão (Sinduscon-MA).

O presidente do Sinduscon, Fábio Nahuz, também disse que a formação dos alunos do Programa Canteiro Escola é um estímulo ao segundo setor e representa perspectiva de futuro para os formandos.

“Tenho certeza que o mercado estará de portas abertas para cada um desses profissionais, assim como estaremos esperando a chegada deles, pois a construção civil se faz de talentos, e é isso que o Canteiro Escola está ofertando à nossa cidade hoje”, pontuou.

Nova fachada do Mercado das Tulhas

Após a solenidade e entrega de certificado aos formandos dos cursos de Pedreiro de Revestimento e Pintor de Obras Imobiliárias, a comitiva presente na solenidade no Teatro João do Vale seguiu para o Mercado das Tulhas em visita à estrutura. A reforma durou quatro meses e recebeu intervenção (como parte prática dos cursos ofertados pelo Programa Canteiro Escola) em suas quatro fachadas e serviços como reboco, beirais, esquadrias, gradis e pintura.

A iluminação artística e as portadas em cantaria do mercado também passaram por renovação. A iluminação foi desenvolvida e executada pela Citelum Groupe, que contemplou o posteamento em volta do mercado e as suas fachadas. As molduras em cantaria de mármore Lioz português das portas passaram por serviços de conservação e limpeza executadas pela empresa Angra Construção e Restauro. Todos os serviços foram acompanhados e orientados pelos arquitetos da Fumph, com amplo conhecimento em preservação e restauração artística.

O prefeito Eduardo Braide também destacou que mais edições do Programa Canteiro Escola acontecerão, em breve, pois o objetivo é gerar cada vez mais trabalho e renda, bem como conhecimento, aos profissionais da construção civil – categoria importante para o desenvolvimento da capital maranhense.

Carregando