Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Maranhão aposta na inovação

A inovação é o substantivo da moda. Para as gerações pré anos 2000, inovar era realizar pequenas melhorias

Foto: Reprodução

A inovação é o substantivo da moda. Para as gerações pré anos 2000, inovar era realizar pequenas melhorias. Frequentes, mas pequenas. O mundo atual é um formigueiro de inovação. Como podemos ver neste artigo, vários segmentos do entretenimento esportivo também inovaram.

As coisas acontecem em velocidade impressionante e nada escapa das possibilidades inovadoras.

Mais do que uma iniciativa de boa vontade coletiva, inovar tornou-se política de estado. Quanto mais poderosos os países, mais recursos destinam à inovação.

Alguns países se destacam em substituir modelos tradicionais de procedimentos por alternativas inovadoras. Países pequenos levam uma grande vantagem no ranking dos que lideram esse setor.

A lista dos países mais inovadores tem  Coreia do Sul, Alemanha, Finlândia, Suíça, Israel, Singapura, Suécia, Estados Unidos, Japão e França. Em termos de volume de investimentos, as grandes potências tem direcionado verba específica.

Diversas entidades, públicas e privadas brasileiras colocaram, nos últimos anos, a inovação no radar. Empresas, universidades e governos passaram a direcionar recursos.

EMPREENDIMENTOS INOVADORES – O programa Centelha 2, que conta com o apoio de diversas instituições, entre elas o governo federal, está fomentando projetos em todo o Brasil.

De acordo com seu texto de apresentação, “O Programa Centelha visa estimular a criação de empreendimentos inovadores, a partir da geração de novas ideias e disseminar a cultura do empreendedorismo inovador em todo território nacional”.

CENTELHA 2 MARANHÃO – O Centelha Maranhão tem 429 participantes cadastrados, 113 ideias inovadoras iniciadas, 240 ideias inovadoras submetidas, 693 participantes nas equipes, 200 ideias aprovadas (fase 1),  100 projetos aprovados (fase 2), 28 projetos aprovados (fase 3) e 28 projetos contratados.

Os projetos aprovados no Estado já estão em andamento e seus objetivos podem ser consultados na página.

A Hempense, por exemplo, tem por objetivo fazer as pessoas repensarem o uso da Cannabis por meio da oferta de produtos nutracêuticos/cosméticos.

A BioBee é outra start up credenciada, seu propósito é “produzir colmeias com elevado potencial produtivo de mel, com foco na rentabilidade, sustentabilidade  e melhoria da qualidade de vida” .

Há outros projetos em áreas biológicas, engenharia, educação e outras áreas.

INOVA MARANHÃO – O Inova Maranhão é mantido pelo governo estadual e também conta com projetos curiosos e interessantes.

Um deles é uma bengala inteligente, dobrável e de alumínio, para auxiliar pessoas com deficiências sensoriais. O nome da empresa não fica claro na apresentação.

Já a ToxicFree oferece produtos agroecológicos. Seu objetivo é conectar pessoas que buscam alimentos sem agrotóxicos e produtos agroecológicos.

Carregando