Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Estudante de Direito desaparece após cair em rio

Os mergulhadores dos bombeiros seguem realizando buscas, mas ainda não localizaram o jovem.

Lucas Vinícius está desaparecido há quatro dias em Teresina (Foto: Reprodução)

O estudante de Direito e vídeo maker identificado como Lucas Vinícius Monteiro, de 24 anos, está desaparecido desde a madrugada do último domingo (24/04), quando caiu no Rio Poti, em teresina-PI. Os familiares e amigos iniciaram uma campanha nas redes sociais e buscam por informações a respeito do paradeiro do jovem.

De acordo com relatos de pessoas próximas ao estudante, ele foi visto pela última vez próximo da mureta da Ponte Juscelino Kubitschek, por volta de 1h. No dia em que desapareceu, Lucas vestia uma camiseta preta, calça verde escuro, tênis da marca Vans. O jovem tem uma tatuagem em árabe no peito.

Bastante aflitos e sem notícias da localização do rapaz, os familiares chegaram a acionar o Corpo de Bombeiros. Os mergulhadores realizam buscas nas àguas do Rio Poti, mas até o momento o estudante não foi localizado.

Rosangela Vasconcelos, mãe da namorada de Lucas, relatou que o jovem é natural de São Paulo e no momento do desaparecimento estava com sua filha passando de carro pela ponte Juscelino Kubitschek.

“Eles estavam voltando de uma festa na casa de uma amiga deles. Ele estava muito bêbado e insistido para dirigir o carro, mas minha filha não permitiu. No momento em que eles passavam pela ponte da Frei Serafim, ele abriu a porta do carro, saiu correndo, foi para mureta, acenou para ela e pulou”, declarou.

Rosângela Vasconcelos afirmou ainda que Lucas tinha depressão, mas que havia parado o tratamento e que o casal não estava discutindo no momento em que tudo aconteceu. “Ele só vinha insistindo para dirigir, tentou abrir a porta e ela simplesmente no impulso parou o carro e ele saiu correndo. Ela ainda tentou pular atrás dele, mas foi contida por populares que me ligaram. Eu tive que levar ela para o hospital, pois estava em estado de choque”, disse.

Os mergulhadores dos bombeiros seguem realizando buscas no Rio Poti, mas ainda não localizaram o estudante. As buscas serão estendidas até o leito e margens do Rio Poti em União, há 59 quilômetros de Teresina

Carregando