Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Polícia prende mulher investigada por participar da morte de agente de endemias em São Luís

O comparsa da suspeita já se encontra custodiado no sistema presidiário desde o dia 19 de março.

Comparsa da suspeita, “Loirinho” já havia sido preso por participação no crime que vitimou Deiranilson de Jesus (Foto: Divulgação)

A Polícia Civil do Maranhão prendeu nesta sexta-feira, 6, uma mulher suspeita de participar do latrocínio (roubo que resulta em morte) do agente de endemias Deiranilson de Jesus Martins. O crime foi praticado por um casal, que roubou o celular da vítima no dia 31/01/2022, na Rua da Cemâmica, bairro do João Paulo, em São Luís.

H F C foi identificada após investigações policiais, que a apontaram como envolvida no latrocínio. A moto utilizada pelo casal na prática do delito foi apreendida.

O comparsa da mulher, identificado como Loirinho, já havia sido preso no dia 19.03.2022, em São José de Ribamar. Em depoimento feito ao delegado Marconi Matos, titular do Departamento de Proteção à Pessoa da SHPP, ele confessou o crime e, ainda, que foi o autor dos disparos.

Loirinho, que já possui passagens pela polícia por assalto e organização criminosa, se encontra custodiado no presídio à disposição da Justiça.

Após os procedimentos de praxe, a suspeita será encaminhada ao sistema penitenciário.

O CRIME

O agente de endemias Deiranilson de Jesus Martins, de 30 anos, foi morto com dois tiros durante latrocínio (roubo que resulta em morte). O crime ocorreu na manhã do dia 31 de janeiro deste ano, na Rua da Cerâmica, no bairro do João Paulo em São Luís.

De acordo com a polícia, o crime foi praticado por um casal que estava em uma motocicleta. O celular da vítima foi roubado pelos criminosos. Deiranilson foi atingido com disparos na região da axila direita.

A polícia foi acionada e se deslocou até o local para apurar o crime. Uma equipe do Samu também compareceu à cena do crime, mas a vítima foi a óbito no local.

Carregando