Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Hospital de Câncer recebe treinamento do Sírio-Libanês para aperfeiçoar cuidados paliativos

A unidade foi selecionada para receber a capacitação por meio do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde.

Hospital de Câncer recebe treinamento do Hospital Sírio-Libanês para aperfeiçoar cuidados paliativos (Foto: Divulgação)

O Hospital de Câncer do Maranhão, unidade que integra a rede estadual de saúde, está sendo acompanhado pelo Hospital Sírio-Libanês, de São Paulo, para aperfeiçoar o trabalho realizado na área de Cuidados Paliativos. A unidade maranhense foi selecionada para receber a capacitação por meio do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (PROADI-SUS), do Ministério da Saúde.

O Hospital de Câncer já trabalha com a metodologia dos cuidados paliativos e o programa é uma oportunidade de promover a qualificação e atualização da equipe multiprofissional da unidade. A primeira etapa do treinamento ocorreu na última semana, quando a equipe do Sírio-Libanês esteve na unidade para conhecer os serviços já ofertados.

A responsável pela Clínica de Cuidados Paliativos do Hospital de Câncer, Camila Alencar, destacou que a capacitação contribuirá de maneira positiva para o plano terapêutico elaborado para cada paciente. “Está sendo uma experiência fundamental no trajeto profissional que temos desempenhado. São valores e conhecimentos técnicos que estão sendo agregados a todos da equipe”, pontuou.

Os encontros continuarão on-line mensalmente e também de forma presencial. A ações se concentrarão em setores específicos como enfermaria, ambulatório e cuidado domiciliar, este último feito em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de São Luís. O programa tem duração de 10 meses.

A psicóloga que integra a equipe do Hospital Sírio-Libanês, Catherine Conrado, descreveu o enfoque como sendo promoção à sensibilização. “Dentro do que foi proposto, trouxemos desde uma melhor compreensão sobre a noção de cuidados paliativos, a abordagem com os pacientes que tenham doenças ameaçadoras à vida, de forma a promover a difusão de conhecimentos e de boas práticas”, destacou.

Atualmente, o Hospital de Câncer conta com 11 leitos exclusivos destinados a pacientes em cuidados paliativos. Dão suporte a esse serviço uma equipe multiprofissional formada por enfermeiro, fisioterapeuta, fonoaudiólogo, terapeuta ocupacional e médicos paliativistas.

Carregando