Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Unidade de Acolhimento Estadual promove visita à Ceasa

Acolhidos tiveram uma manhã de muito conhecimento e aprendizado.

A Unidade de Acolhimento Estadual realizou, na manhã desta quinta-feira, 12, uma visita técnica ao Centro Estadual de Abastecimento (Ceasa), localizado no Cohafuma, em São Luís.  com o intuito de proporcionar aos acolhidos o contato e conhecimento sobre a forma de comercialização que concentra grande produção de hortifrutigranjeiros destinados a atacadistas. A iniciativa foi do serviço de nutrição, representado pela nutricionista Ana Paula Souza Colares.

Unidade de Acolhimento Estadual promoveu visita a Ceasa (Foto: Divulgação)

Durante a visita a equipe e acolhidos estiveram em dos mais visitados estabelecimentos, a Ricco, que conta com uma grande variedade desses produtos, sendo um dos primeiros estabelecimentos de São Luis a oferecer serviços de pronta entrega de hortifrutis e gêneros de alimentação natural. A gerente Gabrielle falou em síntese sobre a historia da empresa e sua rotina de trabalho.

A nutricionista Ana Paula Souza Colares fez uma apresentação das hortaliças da safra desse mês de maio, os benefícios de consumir os alimentos nesse período, como também a necessidade deles estarem inseridos na rotina alimentar.

Durante a visita a equipe e acolhidos visitaram vários estabelecimentos (Foto: Divulgação)

“É Extremamente importante inserir na alimentação diária as frutas, legumes e verduras por seu valor nutricional, pois, contém fibras, vitaminas, sais minerais e antioxidantes, que são responsáveis por regular nosso organismo e intestino. Esses alimentos agem na prevenção das doenças crônicas, melhora da nossa imunidade, estado nutricional e da nossa saúde,”, frisou a nutricionista.

Para Daiane de Oliveira Costa, coordenadora da Unidade de Acolhimento, “a proposta da visita extramuros foi contribuir para o conhecimento da logística, quando a chegada e venda dos produtos no momento em que abre as portas para que eles tenham a oportunidade de conhecer o mercado hortigranjeiro, suas diversas vertentes, detalhes e história”, destacou.

Daiane de Oliveira também falou sobre a possibilidade de tornar a visita como uma chance para os acolhidos serem inseridos no mercado de trabalho: “Quem sabe, esse passeio vire uma perspectiva de emprego. Na oportunidade, recebemos orientações de como fazer para se candidatar às vagas em abertas. No momento são duas, então, desta forma, iremos cadastrar no sistema os acolhidos que têm interesse, a fim de proporcionar a inserção deles no mercado de trabalho e na sociedade”, concluiu.

Gerenciada pelo Instituto Vida e Saúde (INVISA), a Unidade de Acolhimento Estadual está instalada na Rua dos Acapus, nº 24, quadra 77 – Jardim Renascença I.

Carregando