Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Iniciativa visa a geração de emprego e renda para jovens no Maranhão

O evento acontece no Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema), no antigo Marista, em São Luís.

Trilhando Saberes: momentos de troca em grupos entre os municípios (Foto: Divulgação)

Foi iniciado nessa quinta-feira (12) e segue até esta sexta-feira (13) o “Café com as Trilhas”, primeiro encontro presencial do Selo Unicef – 2021-2024, promovido pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e instituições parceiras no Maranhão. O evento acontece, de 8h às 18h, no Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema), no antigo Marista, e o tema escolhido para este primeiro momento vai de encontro a um dos principais anseios da juventude brasileira: trabalho e geração de renda.

Paralelamente vinculada à educação, a temática será debatida por cerca de 120 representantes das prefeituras de 60 municípios maranhenses e sociedade civil, convidados para participar do encontro.

O Unicef e instituições parceiras de todo o Brasil lideram a iniciativa “1 MiO – 1 Milhão de oportunidades – Generation Unlimited”, que é um programa global realizado em todo o mundo, cujo objetivo é mudar toda uma geração por meio de oportunidades de trabalho e aprendizagem.

Por meio dessainiciativa, empresas privadas, organizações civis e governos oferecem oportunidades de formação, capacitação e acesso saudável ao universo do trabalho à juventude brasileira, sem prejudicar os estudos.

“Esses são os primeiros encontros presenciais do Selo Unicef nesta edição. É uma excelente oportunidade para que os municípios saibam mais sobre o que precisam fazer para ganhar a certificação do Unicef no final desse processo. É sempre importante lembrar que aqueles municípios que participam do Selo têm melhores indicadores somente pelo fato de já participarem. As crianças e adolescentes sempre ganham com o Selo”, considerou a chefe do escritório do Unicef no Maranhão, Ofélia Silva.

Principal segmento social diretamente beneficiado pelo 1MiO, a juventude dos municípios maranhenses está presente no encontro representada pelos mobilizados de adolescentes e jovens do Selo Unicef, que têm o importante papel de articular as atividades dos Núcleos de Cidadania de Adolescentes, os Nucas, fomentados em todos os estados brasileiros que participam do Selo Unicef.

No Maranhão, 216 municípios aderiram ao Selo Unicef -2021-2014, e em todas estas cidades Nucas já foram criados ou ainda estão sendo, o que permite que estes jovens participem da vida social e política dos municípios onde moram, contribuindo para a discussão e promoção das políticas públicas e exercício da cidadania.

DIÁLOGO COM A JUVENTUDE

Convidado para contribuir com o encontro, Felipe Gonzales, oficial de Programas do Unicef para a Iniciativa Generation Unlimited – 1 Milhão de Oportunidades, irá dialogar diretamente com juventude e representantes das secretarias municipais participantes, esclarecendo as principais dúvidas e contribuindo para o melhor entendimento da iniciativa.

“A ideia da iniciativa surgiu antes da pandemia como resposta às altas taxas de adolescentes e jovens excluídos da escola e sem acesso ao mundo do trabalho. Alguns passaram a chamar de ‘NEM NEM’ (por não estarem estudando nem trabalhando formalmente). No Unicef nós preferimos não estigmatizar estes adolescentes e jovens e os identificamos como uma parcela importante da sociedade brasileira que precisa ter os seus direitos assegurados. Para mudar esse cenário, é preciso um profundo comprometimento de todos os segmentos da sociedade e de cada um de nós, pela garantia de direitos, pela educação de qualidade, a proteção contra violências e o acesso a oportunidades de formação, inclusão digital e acesso ao trabalho decente, seja pelo emprego ou no empreendedorismo, para todas as juventudes brasileiras.”, esclarece o oficial do Unicef.

Para a secretária de Administração do município de Chapadinha, Leila Pessoa, aderir à iniciativa irá impactar diretamente na vida de crianças e adolescentes de sua cidade. “Nós estamos reunidos com tantos municípios presentes em busca de uma melhor qualificação do Selo Unicef. Nós vemos o 1 Mio como uma oportunidade única para os jovens ingressarem em uma profissão, no mercado de trabalho. Isso, em uma cidade como Chapadinha e muitas outras cidades do Maranhão, é de grande valor, um trabalho para uma melhor qualidade de vida”, considerou a secretária.

Desde o início da pandemia, o Unicef vem realizando suas atividades em modo remoto, on-line, e a retomada dos eventos presenciais são, reconhecidamente, momentos de relevante troca de experiências entre os municípios que integram o Selo Unicef-2021-2024.

“Esses momentos presenciais são muito mais produtivos, mais fortes, porque socializamos melhor nossas ideias, tiramos dúvidas e vivenciamos as experiências dos outros municípios que também estão desenvolvendo essa edição do Selo”, relatou Williane Moraes, articuladora do Selo Unicef – 2021-2024, na cidade de Pio XII.

Este encontro faz parte da série de Cafés com Trilhas presencias, que irão ocorrer durante toda esta edição do Selo Unicef, e que ainda neste semestre terá como temas, educação de qualidade para todos; Plano de Municipal pela Primeira Infância; Lei Orçamentária Anual, entre outros sub temas transversais.

Carregando