Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Carga roubada no MA com suplemento mineral bovino e ferro é recuperada no Piauí

Todo o material apreendido foi avaliado em mais de R$ 200 mil, segundo a Polícia Militar.

A Polícia Militar, através da 2ª CIA do 4º Batalhão do município de Fronteiras, recuperou nessa sexta-feira (13), uma carga roubada de suplemento mineral bovino e ferro na BR-316 na cidade de Alegrete do Piauí, no Sul do Estado. Todo o material apreendido foi avaliado em mais de R$ 200 mil.

Carga roubada no Maranhão de mais de R$ 200 mil foi recuperada no Piauí (Foto: Divulgação/ PM)

A polícia informou que a equipe da Força Tática de Fronteiras recebeu informações que uma carreta estava carregando mercadoria de origem duvidosa na cidade de Alegrete. De posse das informações, foi realizado o deslocamento até o local onde foi encontrado o veículo com as mesmas características na saída de Alegrete sentido Marcolândia.

O condutor do veículo, identificado por I. C. dos S, que se dizia proprietário da carga, informou aos policiais militares na abordagem que estava sem nota fiscal e sem o DAF. Diante disso, a equipe seguiu em diligência até um depósito de material que também pertence ao abordado, onde encontrou uma vasta quantidade de ferro, também sem notas.

O caminhão, juntamente com a carga de suplemento mineral bovino, foi encaminhado ao Posto Fiscal de Marcolândia. O peso total do material foi contabilizado em 10 toneladas. O proprietário da carga relatou aos policiais e aos fiscais da fazenda que iria providenciar a documentação necessária.

As cargas de Suplemento Mineral Bovino e ferro foram recuperadas em Alegrete do Piauí (Foto: Divulgação/PM)

As investigações tiveram prosseguimento, e os policiais encontraram vestígios de anotações, algumas já incineradas, da empresa Dinâmica Ferros Lineares, com sede no Maranhão (município não informado pela polícia).

Em contato com a empresa, o setor responsável confirmou que, no mês de abril, foi registrado um roubo de uma das suas cargas, e após a apresentação de notas fiscais e boletim de ocorrência, ficou comprovado que a carga era produto roubado.

A Polícia Militar relatou ainda que a equipe diligenciou até a residência de I. C dos S em Araripina (PE), porém, ele não estava no local. Somente no dia posterior, após vários contatos com a empresa, foi possível identificar que a carga era de origem ilícita.

Todo o material foi apreendido foi apresentado para a Polícia Militar para os procedimentos necessários. A empresa já enviou um representante para retirada do material apreendido junto a Distrito Policial.

Carregando