Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Roberto Ricci, Boi Novilho Branco e Boi de Santa Fé estarão no Maranhão de Reencontros

O Maranhão de Reencontros começa às 17h, com som mecânico. A entrada é gratuita

Boi de Santa Fé será uma das atrações deste domingo (22)

SÃO LUÍS – Um início de noite com show musical múltiplo e diverso, e o encanto dos grupos de bumba meu boi são as sonoridades que vão marcar a quarta edição do projeto Maranhão de Reencontros, do próximo domingo (22), a partir das 17h, com o Boi Novilho Branco, o cantor Roberto Ricci e o Boi de Santa Fé.

Realizado todos os domingos na Concha Acústica Reynaldo Faray (Lagoa da Jansen, em São Luís), o Maranhão de Reencontros é uma prévia do São João 2022.

Boi Novilho Branco

O Boi Novilho Branco será o primeiro a se apresentar, às 18h. No palco, todo o colorido das indumentárias e a sonoridade do grupo, categoria alternativo, que faz uma apresentação dos 5 sotaques do bumba meu boi (zabumba, orquestra, matraca, baixada e costa de mão). Os preparativos do grupo para a temporada 2022 estão a todo vapor, pensando no reencontro com o público.

Roberto Ricci

Em seguida, se apresenta o cantor Roberto Ricci, às 19h30, com o show Sotaque sobre Toadas. Devoto de São João, São Pedro e São Marçal, o cantor também fala da emoção na volta aos palcos dos festejos juninos.

“Poder fazer som nos arraiais, novamente, é maravilhoso. Vou cantar um pouco de tudo, dos nossos ritmos folclóricos e essa é a tônica do meu show: um show muito do improviso, com um repertório leve e com o que o público quer ouvir. O reencontro será algo mágico e espero que também seja maravilhoso, que a gente possa desfrutar da interatividade com o nosso público”, disse o cantor.

Boi de Santa Fé

E para encerrar a programação, o Boi de Santa Fé, sotaque da baixada. O grupo garante que o público pode esperar toda a alegria, beleza e simpatia que é a marca registrada quando o boi se apresenta nos arraiais. Segundo Adriano Andrade, coordenador geral do boi, nesses dois anos sem festividades, o grupo não parou de trabalhar.

O Maranhão de Reencontros começa às 17h, com som mecânico. A entrada é gratuita.

Carregando