Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Mês de maio é marcado por grandes apreensões de drogas no Maranhão

Pelo menos cinco ocorrências foram registradas, com apreensões que ultrapassam R$ 50 milhões.

Carga de cocaína foi apreendida na BR-316 (Foto: Divulgação)

Neste mês de maio, a Polícia Rodoviária Federal fez uma grande apreensão de drogas, em pelo menos cinco ocorrências registradas no Maranhão.

A primeira ocorrência foi registrada no dia 4, quando 39,3 kg de maconha e 2 kg de cloridrato de cocaína foram apreendidos durante uma fiscalização a passageiros de ônibus, na BR-010, em Imperatriz. A primeira apreensão naquela data foi dos 2kg de cloridrato de cocaína, transportados na mochila de um adolescente de 17 anos.

A droga foi apreendida por volta das 11h, em frente à Unidade Operacional (UOP) de Imperatriz, quando os policiais deram ordem de parada a um ônibus interestadual que seguia de Palmas/TO com destino a Teresina/PI. O adolescente disse ser estudante residente em Codó, tendo viajado apenas para receber a droga e levá-la à sua cidade.

O bilhete de passagem apresentado pelo jovem tinha como origem Imperatriz, no Maranhão, e destino final Teresina/PI.

No começo da noite, a Polícia Rodoviária Federal fez outra apreensão de drogas em abordagem a um ônibus. Durante a fiscalização, foram identificadas bagagens que continham pacotes prensados de maconha. Dois homens e uma mulher foram identificados como os responsáveis pelo entorpecente.

Os suspeitos declararam que foram contratados por um outro passageiro do ônibus, para levar o entorpecente de Goiânia/GO até Matinha, no Maranhão. Foram apreendidas 59 barras de maconha, totalizando 39,3 kg da droga.

10 DE MAIO

Na BR-316, em Santa Inês, foram apreendidos 260 tabletes de pasta base de cocaína, cujo valor estimado é de R$ 36 milhões. A droga foi encontrada no pneu de um trator, que estava na carroceria de uma caminhonete branca, ocupada por um casal.

À vista do nervosismo apresentado pelo condutor, a equipe realizou interrogatório, sendo confessado ao final que se tratava de tráfico de drogas. Os policiais levaram o veículo a um borracheiro, que o esvaziou e a polícia localizou a droga, distribuída em 260 tabletes.

O casal informou que a origem da droga era o município de Santarém, região central do estado do Pará, e se destinava à cidade de Vitória do Mearim, na parte norte do Maranhão.

A droga, os autores e a caminhonete foram conduzidos à sede da Polícia Federal, localizada no bairro Cohama, em São Luís

12 DE MAIO

No dia 12 deste mês, um passageiro de ônibus foi preso transportando mais de 13 kg de maconha, em Imperatriz.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a droga estava em um ônibus de passageiros que seguia de Goiânia, em Goiás, com destino a Belém, no Pará. Durante a fiscalização, os policiais encontraram no bagageiro cerca de 13,7 kg de maconha em uma mala com o tíquete de numeração vinculado a um dos passageiros.

O indivíduo assumiu a posse da droga e disse que teria embarcado com a maconha na cidade de Goiânia, após tê-la recebido em Brasília. O suspeito também informou aos policiais que o remetente do entorpecente entrou em contato com ele por meio de uma terceira pessoa, uma mulher natural de Belém, cidade que seria o destino da maconha.

Diante dos fatos, o homem foi detido pelo crime de tráfico de drogas e apresentado no Plantão Central da Polícia Civil.

18 DE MAIO

No dia 18 de maio, a PRF apreendeu cerca de 128kg de pasta base e cloridrato de cocaína no km 413 da BR-230, em Balsas. De acordo com os policiais rodoviários federais, a droga estava escondida na lataria de um veículo que seguia para Petrolina/PE.

O veículo estava com o farol apagado e o motorista apresentou respostas contraditórias às perguntas feitas pelos policiais durante uma fiscalização.

Por causa do aparente defeito na lâmpada do veículo, os policiais decidiram vistoriar o carro e acabaram descobrindo a droga. A pasta base de cocaína é utilizada para a fabricação de outras drogas como merla, crack e o próprio cloridrato de cocaína, que é conhecido pelo narcotráfico como “cocaína pura”.

24 DE MAIO

No dia 24, A Polícia Rodoviária Federal realizou a apreensão de 181 kg de cocaína, em um trecho da BR-316, próximo a Peritoró. A droga, segundo a PRF, está avaliada em R$ 24 milhões.

De acordo com informações dos policiais rodoviários, durante uma abordagem de rotina, o condutor de um Fiat/Argo, aparentando certo nervosismo, foi encontrado com um rádio portátil para comunicação.

Em seguida, uma caminhonete Chevrolet/ S10, também sob revista, incluía, junto aos condutores, um rádio portátil similar ao encontrado no veículo anterior. Os equipamentos de rádio, dos dois veículos, estavam configurados na mesma frequência do canal 3.

Durante uma vistoria na caminhonete, cerca de 181 kg de pasta base de cocaína foram localizados, sendo estes 146kg em forma de pasta base e outros 35kg em cloridrato de cocaína. De imediato, foi dada voz de prisão e foram conduzidos para a Unidade Operacional (UOP) de Caxias para demais procedimentos.

Um dos ocupantes da caminhonete informou aos policiais que estava indo em direção ao município maranhense de Anapurus. O condutor, contudo, informou ter saído da cidade de Pontes e Lacerda, no Mato Grosso.

Os suspeitos foram encaminhados à Delegacia da Polícia Federal de Caxias, para aguardar as medidas legais cabíveis ao caso.

Carregando