Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Municípios maranhenses receberão mais de 120 mil testes rápidos para a detecção da Covid-19

Governo também intensificou mobilização para a continuidade da campanha de vacinação no estado.

Governo destina aos municípios maranhenses mais de 120 mil testes rápidos para a detecção da Covid-19 (Foto: Sérgio Lima)

Integrantes da Comissão Intergestores Bipartite (CIB) realizaram, nessa sexta-feira (24), a sexta reunião ordinária de 2022. Dentre os principais assuntos discutidos entre representantes da Secretaria de Estado da Saúde (SES) e das secretarias municipais de Saúde do Maranhão, esteve o panorama atual da campanha de vacinação contra a Covid-19 e o envio de testes rápidos para a detecção da doença nos municípios maranhenses.

De acordo com o secretário de Estado da Saúde e presidente da CIB, Tiago Fernandes, serão enviados mais de 120 mil Testes Rápidos de Antígeno aos municípios, para acelerar a detecção dos casos da Covid-19.

“O Governo continua trabalhando ao lado dos municípios para combater e controlar a pandemia da Covid-19. Dessa forma, com o envio desses testes, queremos monitorar esses casos e acompanhar os municípios, que estão em contato direto com a Secretaria de Estado da Saúde”, disse o secretário Tiago Fernandes.

O coordenador das Unidades Regionais de Saúde, Aristeu Marques, explicou como funcionará a distribuição desses insumos aos municípios. “Para distribuir os testes, fazemos a pactuação de acordo com o número de habitantes dos municípios. Montamos uma tabela onde os municípios de até 10 mil habitantes recebem um percentual, até 20 mil, um outro percentual e assim por diante. Dessa forma, para que um município não receba mais que o outro fazemos uma tabela de acordo com a distribuição populacional”, explicou.

Durante a CIB, também foi feita uma mobilização para a continuidade da campanha de vacinação contra a Covid-19. “O estado também tem avançado na imunização, já estamos aplicando a quarta dose da vacina contra a Covid-19 em pessoas de 40 anos ou mais e a terceira dose para pessoas a partir de 12 anos. Estamos incentivando os municípios a darem continuidade na campanha para que possamos continuar avançando na sua cobertura vacinal”, pontuou o secretário de Estado da Saúde, Tiago Fernandes.

Carregando