Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Santander Universidades abre inscrições para atender 1,5 mil universitários com bolsa de estudo

Em paralelo, a universidade em que o aluno está matriculado recebe um crédito para quitar mensalidades e eventuais dívidas dos participantes.

Foto: Reprodução

O Santander Universidades abre as inscrições para a bolsa Santander Superamos Juntos 2022, que vai auxiliar na manutenção dos estudos de 1.500 alunos de universidades particulares conveniadas à instituição financeira. O valor total da bolsa é de R$ 4 mil, e beneficia o aluno de duas formas: cada contemplado receberá uma ajuda de custo de R$ 300, que pode ser usada na compra de livros e materiais ou para a compra de um pacote de internet, por exemplo.

Em paralelo, a universidade em que o aluno está matriculado recebe um crédito de R$ 3,7 mil para quitar mensalidades e eventuais dívidas dos participantes.

Serão oferecidas 1.500 bolsas para estudantes de 226 universidades privadas em todos os estados brasileiros e no Distrito Federal. O Superamos Juntos chega como uma contramedida para alta evasão do ensino superior dos anos 2020 e 2021, os maiores índices de alunos do ensino superior privado no Brasil de toda a série histórica.

“Em um momento de evasão do ensino superior privado chegando a 36,6%, o Superamos Juntos busca trazer um alicerce para alunos que estão em vulnerabilidade social. Entendemos que estamos passando por um momento especial e que tanto os estudantes quanto as universidades necessitam desse apoio. O Santander Universidades quer contribuir para que os alunos não precisem abandonar os estudos. Faz parte da nossa missão combater essa evasão e engajar o universitário a progredir em sua carreira”, comenta Nicolás Vergara, superintendente executivo do Santander Universidades.

Os estudantes interessados devem se inscrever até o dia 13 de setembro pelo link https://app.becas-santander.com/pt/program/santander-superamos-juntos-2022 . Lá, também, é possível conferir a lista das faculdades participantes.

A escolha dos contemplados será feita por meio de edital publicado pelas próprias universidades e levará em conta excelência acadêmica e situação de vulnerabilidade social.

Carregando