Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Após reclamação de turistas, Câmara vai debater precariedades na rodovia dos Lençóis e Delta

A audiência está prevista para acontecer antes do recesso parlamentar.

Câmara vai debater precariedades e falta de segurança na rodovia dos Lençóis e Delta (Foto: Reprodução)

“Deixo como sugestão você falar aos senadores e deputados do seu estado para verem a rodovia que liga São Luís até Barreirinhas. É uma rodovia federal. Eles teriam que virem com os seus carros particulares para ver a dificuldade dos turistas (…) Seu estado é lindíssimo. Sem turismo o estado fica sem recursos. Uma beleza como os Lençóis Maranhenses, como tantas no Brasil, precisa de uma visão de prosperidade (…). O Dnit cobre os buracos. Precisa refazer o asfalto, pois o trânsito é intenso.” O desabafo, em forma de reivindicação e alerta, é da professora e escritora paulista Samira Camargo, uma das organizadoras da antologia “Elos da Língua Portuguesa”, enviada à redação do Jornal Pequeno, em Brasília, ao visitar nesta semana os Lençóis Maranhenses, acompanhado de um grupo de outros e turistas.

Natural de São José do Rio Preto (SP), ele já visitou o estado outras vezes, mas ficou “triste” com a situação da BR-402, que liga a capital com os Lençóis Maranhense, Delta das Américas e a Rota das Emoções – integrada por atrativos turísticos do Maranhão, Piauí e Ceará.

Esta é apenas uma das inúmeras queixas de turistas que visitaram aquela região do estado nos últimos meses. A solicitação foi encaminhada pelo JP à Comissão de Viação e Transportes da Câmara (CVT), presidida pelo deputado maranhense Hildo Rocha (MDB), que já tinha reclamado do mesmo problema em maio, e solicitado uma audiência pública para discutir a precariedade, e ainda a falta de fiscalização por parte da Polícia Rodoviária Federal, naquela rodovia.

A audiência está prevista para acontecer antes do recesso parlamentar. “A BR-402 é a principal via terrestre de acesso aos Lençóis Maranhenses, um dos principais atrativos turísticos do Maranhão e do Brasil. Mas, lamentavelmente, essa estrada está abandonada, sem manutenção, sem fiscalização, sem segurança. Essa situação não pode continuar assim. Por esse motivo, solicitei a realização de audiência pública para que possamos discutir os problemas e encontrar soluções para as questões que levaram a BR-402 ao estado de calamidade em que a estrada se encontra”, declarou o deputado.

SEGURANÇA NA REGIÃO

O deputado disse que “além da buraqueira que está tomando conta da rodovia”, é preciso discutir, urgentemente, “a questão da segurança” naquele polo turístico do Maranhão.

Hildo alertou que os municípios da região, banhados pelo Oceano Atlântico, podem ser portas de entradas para o tráfico de drogas, armas e contrabandos, entre outros ilícitos. “Sem a presença da Polícia Rodoviária, traficantes e contrabandistas agem com desenvoltura pois sabem que não terão problemas. Dessa forma, a população local e os turistas que trafegam por essa rodovia ficam totalmente vulneráveis, inseguros, correm risco de serem vítimas de violência. Essa é outra questão crucial que também será discutida durante a audiência pública”, ressaltou.

Turistas também têm reclamado da situação das ruas de Barreirinhas, da falta de sinalização, e do trânsito desorganizado da cidade. “Sendo o turismo, o que toca estas cidades, fiquei triste de ver os trabalhadores daqui. Impossível andar por ela (a cidade) de tantos buracos. Barreirinhas é linda, mas as ruas têm muito buracos (…) Uma judiação para os trabalhadores e para o turismo”, observou Camargo.

Carregando