Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Classes política e jornalística lamentam o falecimento do empresário Fernando Júnior

Várias manifestações de pesar foram publicadas nas redes sociais, desde o momento da confirmação do óbito.

Fernando Júmior morreu aos 68 anos em São Luís (Foto: Reprodução)

O falecimento do radialista e empresário Fernando Júnior, aos 68 anos, proprietário do instituto de pesquisa Escutec, ocorrido neste domingo, 24, em São Luís, causou grande comoção no Maranhão.

Várias manifestações de pesar foram publicadas nas redes sociais, desde o momento da confirmação do óbito de Fernando Júnior, que enfrentava um câncer na próstata, e era muito conhecido nas áreas política e jornalística do estado.

A ex-governadora Roseana Sarney escreveu em suas redes sociais :”Profundamente abalada com o falecimento de Fernando Jr., amigo próximo e fraterno. A Márcia, sua esposa, seus filhos e familiares meus sentimentos de carinho e solidariedade.”

“Lamento a morte prematura do jornalista, radialista e empresário do setor de pesquisas de opinião pública, Fernando Junior, depois de uma brava luta contra o câncer. Meus sinceros sentimentos à família, aos amigos e aos companheiros de jornada. Deus conforte os corações”, escreveu o ex-secretário de Saúde do Estado, Carlos Lula.

O deputado federal Márcio Jerry (PCdoB), destacou o longo período de amizade com o radialista: “Recebi com tristeza a notícia da morte do amigo Fernando Júnior, a quem fui apresentado ainda nos anos 80 pelo saudoso jornalista Oliveira Ramos. Meu primeiro impulso foi reler as últimas mensagens que trocamos e relembrar o dia em que me contou da doença. Siga em paz!”.

“Triste com o falecimento do colega radialista Fernando Júnior. Foi um dos grandes profissionais do rádio esportivo maranhense e ex-diretor da Rádio Timbira. Abraço fraterno e solidário aos familiares e amigos. Descanse em paz!”, postou o diretor da Rádio Timbira, Robson Paz.

O jornalista Gojoba também lamentou o falecimento do amigo: “No início da noite de hoje (24/07/22), o amigo Antônio José Vieira fez a grande viagem. O repórter e comentarista esportivo Fernando Júnior marcou sua história profissional como um dos melhores do rádio maranhense. Siga em paz velho amigo. Fique em paz. Cumpriu sua missão”.

“Fernando Júnior, tão cordial, dedicado, gente do bem. Vibrações de luz pela tua partida para a outra dimensão da existência. Siga em paz, querido”, postou a jornalista Flávia Regina.

O senador Weverton Rocha se solidarizou com a família de Fernando Júnior: “Lamento a notícia do falecimento do radialista Fernando Júnior, proprietário do instituto de pesquisa Escutec. Minha solidariedade à família. Que Deus os conforte”.

O jornalista Gilberto Léda lembrou a cordialidade do dona da Escutec: “Foi com profunda tristeza que recebi a notícia da morte de Fernando Júnior, do Escutec. Além de competente na área, era um amigo querido. Lembro da forma cortês que me recebeu em sua empresa, ainda em 2012, para uma matéria especial sobre pesquisas no MA. Daí surgiu uma boa amizade”, publicou no Twitter.

“Morreu Fernando Júnior. Tivemos um breve contato, mas quando ele me encontrava sempre dizia: “eu sou o responsável por você existir”. Pois segundo ele contava, foi o responsável por apresentar o meu pai, Aquiles Emir, a minha mãe, Flor de Cássia. Fica o meu pesar!”, escreveu o blogueiro Diego Emir.

A Assembleia Legislativa do Maranhão emitiu nota de pesar, na noite deste domingo, 24, pela morte de Fernando Júnior:

A Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão lamenta, com profundo pesar, o falecimento do jornalista e radialista Fernando Júnior, 68 anos, dono do Instituto Escutec, ocorrido neste domingo (24), em São Luís.

Fernando Júnior começou sua carreira no radialismo da Educadora, sendo um dos mais promissores repórteres esportivos no final da década 70 e início de 80. Na rádio Timbira, consolidou-se como comentarista esportivo e, em 1994, decidiu criar o Instituto Escutec, que virou referência em pesquisa eleitoral no Maranhão.

Neste momento de pesar, a Assembleia Legislativa presta condolências aos familiares e amigos de Fernando Júnior, desejando forças para que superem a dor da imensurável perda.

Deputado Othelino Neto
Presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão

A Rádio Timbira também emitiu nota de pesar

A Rádio Timbira externa profundo pesar pela morte do jornalista e radialista Fernando Júnior, na noite deste domingo (24), aos 68 anos. Militou inicialmente na Rádio Educadora, no final da década de 1970, como repórter esportivo.

Em seguida, trabalhou na Rádio Timbira, onde transformou-se em um dos mais conceituados comentaristas esportivos. Exerceu ainda o cargo de diretor da Timbira.

Em 1994, criou o Instituto Escutec, especializado em pesquisas de opinião no Maranhão.

Neste momento de dor, a Rádio Timbira, por meio de sua direção e do seu conjunto de profissionais, se solidariza com os familiares, amigos e admiradores de Fernando Júnior.

São Luís, 24 de julho de 2022.

Rádio Timbira AM

O velório de Fernando Jr será realizado na PAX União da Rua Oswaldo Cruz, Centro, a partir da meia noite deste domingo.
Ainda não está confirmado o local do sepultamento.

Carregando