Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Sesi-MA em contagem regressiva para o mundial de robótica

Alunos da instituição, em São Luís, vão representar o Maranhão na etapa internacional de robótica, no Rio de Janeiro

A equipe de robótica Phoenix Robot recebe os novos uniformes para a competição internacional do torneio no Rio de Janeiro. (Foto: Divulgação)

SÃO LUÍS – Está chegando a hora dos alunos do Serviço Social da Indústria (Sesi-MA) São Luís, que compõe a equipe de robótica Phoenix Robot, brilharem no Open de robótica. Com uniformes novos, idealizados pela entidade, eles representam o Maranhão na etapa internacional de robótica FIRST® LEGO® League International Open Brazil, powered by Sesi, no Rio de Janeiro, de 5 a 7 de agosto.

O presidente da Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (Fiema) e diretor regional do Serviço Social da Indústria (Sesi-MA), Edilson Baldez das Neves, e o superintendente regional do Sesi-MA, Diogo Lima, realizaram a entrega da nova equipagem aos alunos da Escola Sesi – São Luís, que não mediram esforços, mesmo nas férias, para deixar tudo preparado para o grande momento.

Os alunos receberam, em clima de alegria e concentração, os coletes, bolsas, botons e tênis Lego Adidas, que compõe a equipagem da equipe de robótica. “Logo na minha primeira participação na robótica alcançamos a colocação na etapa internacional e isso foi muito significativo. Todos os dias estamos trabalhando e lutando, mesmo nas férias, melhorando nossos pontos fracos para chegar ao Rio e apresentar o melhor resultado possível”, diz Maria Rita Jansen, 16 anos, líder e programadora da Phoenix Robot.

Diogo Lima e os profissionais do Sesi- MA prepararam uma manhã de bate-papo com os alunos, e o superintendente aproveitou a oportunidade para motivá-los e exaltar a dedicação do time. “A nossa Phoenix Robot é uma equipe fantástica que se preparou, sacrificou as férias, se dedicou a estudar inglês e cada elemento das quatro grandes áreas que serão rigorosamente avaliados no campeonato. Foi uma experiência incrível! A trajetória já fez valer à pena e explica o porquê desses jovens chegarem tão longe nessa disputa. Para nós do Sesi é um momento de grande emoção, mas também de grande satisfação”.

O superintendente destaca ainda que, além de toda a competição, e do lado lúdico do torneio, há o elemento educativo. Ele diz que o Sesi-MA está comprometido em fazer educação, a formar os profissionais do amanhã com mais competências e habilidades diversificadas, graças ao projeto de robótica desenvolvido pelas escolas da entidade. “Estamos educando em um nível altíssimo e esses jovens representam o futuro das novas gerações maranhenses nessa disputa internacional”, afirma.

O técnico da equipe Phoenix Robot, Moisés Costa, está gerenciando a euforia do grupo que vai estrear no torneio internacional. “Estamos com uma enorme expectativa para o torneio, pois, para nós é um sonho realizado, uma meta alcançada e a gente vai lutar para alcançar melhores resultados para a nossa escola e para a equipe. No nacional nós conseguimos fazer grandes apresentações, o que nos garantiu uma boa colocação na categoria “Core Valeus” e a nossa vaga para o Open. O momento agora é de acalmar interiormente os ânimos e concentrar as energias para o evento.”

Carregando