Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Pague Menos conclui aquisição da Extrafarma

Empresa assume liderança no setor na região Nordeste

Foto: Reprodução

A Pague Menos (PGMN3) concluiu, nessa segunda-feira, 1º, a compra de 99,07% do capital social da rede Extrafarma. Com a aquisição, as duas redes combinadas se tornam a segunda maior rede do varejo farmacêutico do Brasil e uma das dez maiores do país, com aproximadamente 1.600 lojas. Em números pro forma, o faturamento combinado será superior a R$ 10 bilhões ao ano.

A conclusão da transação dá início a um novo ciclo na história da Pague Menos, acelerando em três anos seu plano de expansão e consolidando sua liderança nas regiões Norte e Nordeste, com aproximadamente 21% de participação de mercado nas duas regiões combinadas, conforme dados da IQVIA.

“Desde o IPO este é o momento mais importante da Pague Menos. Ele sintetiza a capacidade da companhia de continuar fazendo entregas consistentes e seguir seu plano estratégico mesmo diante de adversidades macroeconômicas e mudanças de cenário que exigiram respostas rápidas e transformações profundas nas empresas”, afirma Mário Queirós, CEO da Pague Menos.

Pelo ACC, a Pague Menos se comprometeu a adotar medidas estruturais de modo a eliminar as potenciais preocupações concorrenciais apontadas pelo CADE. O acordo envolveu o desinvestimento de oito lojas da Extrafarma, que representam menos de 3% das unidades adquiridas por meio da transação, dentre outras previsões.

Conforme acordado no contrato de compra e venda da Extrafarma, o valor total de R$ 700 milhões foi ajustado pelas variações de capital de giro e posição da dívida líquida, resultando no montante total de R$ 737,75 milhões, ainda sujeito a ajustes finais de capital de giro e de dívida líquida.

A primeira parcela, correspondente a 50% do montante total, foi paga pela Pague Menos na presente data e as duas parcelas remanescentes serão desembolsadas pela Companhia em agosto de 2023 e agosto de 2024.

A partir desta data, a Extrafarma torna-se uma controlada da Pague Menos e a consolidação contábil dos resultados deverá acontecer a partir do balanço do terceiro trimestre de 2022.

Carregando