Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Preso em São Luís, suspeito de matar adolescente de 17 anos chega a Manaus

Michael Saboia estava foragido desde dezembro do ano passado, e foi localizado no Anjo da Guarda, em São Luís

Michael Saboia de Souza, de 19 anos, suspeito de matar a adolescente Heloisa Medeiros, de 17 anos, chegou à cidade de Manaus na nessa terça-feira (9). O acusado estava foragido desde dezembro de 2019, e foi em preso no bairro Anjo da Guarda, em São Luís/MA, na última sexta, 05.

Michael Saboia foi preso como o principal suspeito de matar Heloísa Medeiros, na cidade de Manaus (Foto: Divulgação)

O suspeito chegou chegou escoltado pela polícia e foi levado direto para a Delegacia Geral na Zona Sul de Manaus. No local, ele declarou que está arrependido do crime.

De acordo com a polícia, o homicídio aconteceu três dias antes do corpo ser encontrado. Michael saiu para trabalhar normalmente após ter cometido o crime, e fugiu após saber que a polícia procurava pela moça.

Michael Saboia de Souza foi levado à sede da Delegacia Geral, nesta terça. — Foto: Rebeca Beatriz

O suspeito disse não lembrar de ter matado a jovem, mas confessou que planejou a ocultação do cadáver e fugiu. Segundo o titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), delegado Paulo Martins, Michael e a vítima discutiram por causa de uma mensagem no celular.

“Ele disse que saiu pela primeira vez com Heloísa na quinta-feira. Os dois ficaram em um bar bebendo, e depois foram para a casa dele. Ao chegar lá, ele recebeu uma mensagem de outra mulher, Heloísa se chateou e os dois entraram numa discussão. Ele lembra de apenas ter dado um abraço em Heloísa para acalmá-la, e quando acordou, a jovem estava morta”, explicou.

Ainda conforme o delegado, o laudo da morte aponta estrangulamento. Michael contou que o intuito dele era desfigurar a moça e jogar o corpo em outro local, mas não conseguiu. A frieza do suspeito chamou a atenção da polícia.

“Ele matou e foi trabalhar. Voltou para casa e dormiu com o corpo da vítima ainda ali. Foi a uma festa no outro dia. Por último, arrancou as unhas postiças da jovem, pensou em embrulhar o corpo em um saco plástico, jogar em outro lugar, mas não deu certo”, finalizou o delegado.

Relembre o caso

A adolescente Heloísa Medeiros da Silva, de 17 anos, foi encontrada morta em uma casa, no Centro de Manaus, no dia 15 de dezembro do ano passado. Câmeras de segurança registraram o momento em que ela saiu de um bar com o suspeito, segundo a família da vítima.

Segundo o tio da Heloísa, Fábio Medeiros, a jovem havia saído de casa para uma comemoração do aniversário com amigos em um bar, no conjunto Vieiralves, bairro Nossa Senhora das Graças, Zona Centro-Sul, mas não retornou.

Heloísa, segundo o tio, havia concluído o ensino médio em 2019 e tinha o sonho em se formar em enfermagem.

Carregando