Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Acusado de matar a garota Allana Ludmilla em Paço do Lumiar é condenado a 43 anos de prisão

O crime aconteceu no bairro Maiobāo, no município de Paço do Lumiar, em novembro de 2017.

Robert Serejo Oliveira foi condenado a 43 anos de prisão (Foto: Divulgação)

Réu pelo assassinato da garota Allana Ludmilla, de 10 anos, Robert Serejo Oliveira foi condenado a 43 anos de prisão em regime fechado pelos crimes de homicídio (com a qualificadora de feminicidio), estupro de vulnerável e ocultação de cadáver. A vítima era filha da sua ex-companheira, e o crime aconteceu no bairro Maiobāo, no município de Paço do Lumiar, em novembro de 2017.

Robert Serejo foi julgado nesta terça-feira feira (10), no 2° Tribunal do Júri de São Luís. O julgamento foi presidido pelo juiz Gilberto de Moura Lima. Na acusação atuaram o promotor de justiça Frank Teles de Araújo e na defesa, os defensores públicos Pablo Camarço de Oliveira e Melissa Rebelo. Foram ouvidas durante a sessão de júri quatro testemunhas e dois peritos.

O juiz manteve a prisão do réu e, após o julgamento realizado no Fórum Des. Sarney Costa (Calhau), Robert Serejo foi levado de volta para o presídio, onde já estava preso desde a época do crime.

A sessão de júri começou às 8h40 e terminou por volta das 16h30.

O processo tramitava na 3° Vara do Termo de Paço do Lumiar e a pedido da defesa houve o desaforamento para São Luís, sendo, por meio de sorteio, distribuído para a 2° Vara do Júri.

O réu foi pronunciado na Comarca de Paço do Lumiar para ser julgado em júri popular. A defesa recorreu da decisão e o Tribunal de Justiça do Maranhão manteve a decisão de pronúncia.

Carregando