Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Presos integrantes da quadrilha que explodiu agência bancária

Os mandados de prisão preventiva foram cumpridos nas cidades de São Luís e Bacabal.

Armamento utilizado no assalto ao Bradesco de São João do Caru (Foto: Divulgação)

A Polícia Civil do Maranhão prendeu mais três integrantes da quadrilha que explodiu a agência Bradesco no município de São João do Carú (distante 359 km de São Luís). A ação criminosa ocorreu no dia 30 de julho de 2020. A prisão ocorreu por intermédio da Superintendência Estadual de Investigações Criminais – SEIC (Departamento de Combate ao Roubo a Instituições Financeiras – DCRIF).

Os mandados de prisão foram cumpridos na cidade de Bacabal, contra um indivíduo de iniciais W.B.C.R, e na capital maranhense em desfavor dos elementos W.C.L e M.R.L.

Os três Mandados de Prisão Preventiva foram expedidos pela comarca de Bom Jardim/MA.

No dia 17 de dezembro de 2020, a polícia já havia efetuado a prisão do responsável pela logística do assalto. Ele teria atuado no transporte de armas, explosivos, veículos e deslocamento dos demais integrantes da quadrilha.

A polícia informou que se trata do segundo integrante do grupo preso, após o início das investigações. No mês de outubro de 2020, o líder do bando foi capturado com todo o armamento utilizado para a prática do crime, além coletes balísticos, munições e explosivos.

O CASO

Bandidos fortemente armados explodiram uma agência bancária na cidade de São João do Carú, distante a 359 km de São Luís, no dia 30 de julho de 2020.

Durante a ação criminosa, os elementos ainda dispararam contra o prédio da Polícia Militar do município e atingiram também uma viatura que estava estacionada na porta da corporação.

Houve troca de tiros entre a polícia e os assaltantes, que conseguiram escapar, e estão sendo procurados pelas forças policiais do estado. O valor roubado da agência bancária não foi informado.

Carregando