Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Erro no sistema do PNI causou problema sobre vacinas vencidas, afirma Braide

Segundo Braide, o erro foi detectado pelos gestores e será corrigido

Foto: Reprodução

O prefeito de São Luis, Eduardo Braide, informou, em suas redes sociais, que um erro no sistema de informação do Plano Nacional de Imunização (PNI) ocasionou toda a celeuma envolvendo a aplicação de doses da vacina AstraZeneca com prazo de validade vencido.

Segundo Braide, o erro foi detectado pelos gestores e será corrigido.

Nessa sexta (2), uma reportagem da Folha de São Paulo e reproduzida pelo JP mostrou que dados oficiais do Ministério da Saúde apontavam que 393 pessoas em São Luís teriam tomado a vacina da AstraZeneca com prazo de validade vencido.

Diante da repercussão do caso, uma nota conjunta do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems) afirma que:

1.Todos os casos sobre aplicação de doses contra a Covid-19 fora do prazo de validade serão investigados;
2. Não está descartado erro do Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações, que desde o início da Campanha de Vacinação apresenta instabilidade no registro dos dados;
3. O número de casos identificados corresponde a 0,0026% de todas as doses aplicadas no País, sendo necessárias ponderação e investigação quanto à aplicação das doses e preenchimento das informações;
4. A ação de Estados e Municípios visa dar rápida resposta à sociedade brasileira;
Por fim, ressaltamos que todos os profissionais destacados pelos municípios para aplicação das vacinas adotam as boas práticas de vacinação, dentre as quais, a checagem do prazo de validade.

Carregando