Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Acusado de matar a companheira adolescente em Barra do Corda vai a julgamento

Vítima foi encontrada sem vida com a filha de cinco meses ao lado.

Eduardo da Silva Alves será julgado pela morte de Maria Isabel de Sousa Reis (Foto: Divulgação)

Um homem acusado de matar a companheira a tiros vai a julgamento na cidade de Barra do Corda, distante 442 km de São Luís, na próxima semana. A sessão terá como réu Eduardo da Silva Alves, 25 anos, que será submetido a júri popular sob acusação de ter matado a mulher Maria Isabel de Sousa Reis, de 17 anos.

O crime aconteceu no dia 21 de novembro de 2020, na residência do casal, no bairro Vila Mariano. Eduardo da Silva Alves, vulgo ‘Dudu”, é acusado de homicídio qualificado, feminicídio, por motivo fútil, tendo como vítima sua companheira Maria Isabel. Ele ainda responde por lesionado de forma grave seu vizinho, Marcos Jesus dos Santos, conforme exame de corpo de delito anexado ao processo.

O crime ocorreu após forte discussão entre Dudu e o vizinho Marcos Jesus. Isabel saiu da casa e pediu para que o companheiro encerrasse o conflito, mas ele resistiu e levou a mulher pra dentro de casa.

Em depoimento, Marcos disse que discutiu com Dudu porque ele estava agredindo Isabel e, então, foi agredido com coronhadas na cabeça, chutes e socos.

A mulher de Marcos disse que ouviu tiros no quintal de Dudu, no instante em que socorria o marido, e então soube que Maria Isabel havia sido morta a tiros. Outra testemunha afirmou que adentrou na residência e encontrou a mulher já sem vida morta, com a filha bebê de cinco meses ao lado.

A própria mãe do acusado afirmou que ele agredia constantemente Isabel, e era usuário de drogas. Ela teria acolhido a vítima na sua casa algumas vezes, inclusive a aconselhado a terminar o relacionamento.

O denunciado foi encontrado alguns dias depois, no Povoado Dois Irmãos, em Tuntum e, com ele, a arma que teria sido usada no crime.

Carregando